Reforma do Aria Pro II SB 1000: Aaron Armstrong e BB Noisekiller

Há um tempo atrás, peguei um Aria Pro II SB-1000 de 1983 com eletrônica mexida: captadores EMG e circuito Ibanez. Como sou fã destes japoneses, decidi deixá-lo em seu estado original. O problema, é que é extremamente difícil encontrar peças de reposição originais deste instrumento. No geral, a eletrônica apresenta problemas antes que as madeiras sobrando como alternativa, trocar captadores e circuito antigos por novos, feitos sobre as mesmas especificações.

Captadores

Os captadores MBI com as mesmas especificações podem ser encomendados com o Aaron Armstrong (filho do Kent) na Armstrong Pickups. Obviamente, têm as mesmas dimensões e características sonoras dos originais.

MBI Aria Pro II SB1000 por Aaron Armstrong

MBI Aria Pro II SB1000 por Aaron Armstrong

Uma dica. Nunca corte o corpo destes baixos para colocar um captador que não se ajusta. Você estará desvalorizando o instrumento sendo que há alternativa como o Aaron na Inglaterra e Reed James nos EUA. Algumas pessoas também conseguem reposições diretamente com a Aria, mas os captadores não são os mesmos.

Circuito

O circuito é parte do atrativo do SB1000. Ele contem um rotary switch de 6 posições, um potenciômetro com diferentes timbres que atuam basicamente como um high filter (corte de agudos) em diferentes graus. Esta função é ativa, do pre amp. Fora isso, tem o volume e tonalidade passiva (além da chave que alterna os modos). O esquema de ligação pode ser visto na imagem abaixo.

Aria Pro II SB1000 - Eletrônica

Aria Pro II SB1000 – Eletrônica

Obviamente, não contem o “segredo” do pré interno, o famoso B/B Noise Killer Circuit. A caixinha contendo o circuito pode ser encomendada pelo ebay. Frequentemente, um entusiasta dos Arias coloca a venda uma reprodução do circuito original (caso não tenha nenhum no momento, entre em contato aqui no blog que passo o email dele).

O baixo SB 1000

Aria Pro II SB 1000 - Reforma

Aria Pro II SB 1000 1983 – a ser reformado ao lado de outro todo original de 1980

Aria Pro II MBI Armsotrng - BB Noisekiller Preamp

Aria Pro II MBI Armsotrng – BB Noisekiller Preamp

O baixo é característico da época. Talvez o baixista mais conhecido a usar um deste tenha sido John Taylor do Duran Duran. A qualidade de construção é espantosa: São 30 anos e tudo funcionava perfeitamente, exceto pela eletrônica perdida. Tudo que era necessário, então, é colocar a eletrônica em ordem e passar por alguns ajustes básicos. A tarefa não é difícil, mas leva algum tempo.

O resultado, depois é surpreendente. Soa diferente do original, em primeiro lugar, pelas cordas DR que são um pouco secas para meu gosto. Apesar do visual all black ao contrabaixo, que fica muito bacana, as Rotosounds soariam bem melhor.

Aria Pro II SB1000

Aria Pro II SB1000

Em segundo lugar, a eletrônica recente é menos “quente” como a anterior. É limpa, incrivelmente limpa para meus ouvidos que gostam dos timbres dos anos 80.

Comentários
  1. Henrique Freitas
    • Flávio FM

Deixe sua mensagem

Your email address will not be published. Required fields are marked *